12 de jun de 2011

Dia 12 de Junho, alem do dia dos namorados, é quando eu completo 1 ano e 6 meses de Pernambuco; essa terra que me acolheu, e que eu escolhi pra viver. Muitas coisas mudaram de quando sai de Brasília, digo não somente externamente com o chegar da idade; mudou principalmente a minha maneira de pensar a respeito de como eu sou e quem eu sou.
Mudaram também as ideias que fazia a respeito daqueles que me rodeavam, não no mal sentido. Enfim… To aprendendo muito, e sobre tudo estou agradecido por ter essa oportunidade, agradecido pelo carinho e apoio que recebo do meu amor.
Aprendi a sentir saudades e dar valor, ter medo do escuro, comer com as mãos e até fazer ovos poché.


Lições de 2011:

Olhar todo dia para o mar nem tem tanta graça assim.
Comer frutos do mar as vezes nem é opção.
Tomar cerveja é necessidade não diversão.
Balada cansa mais quando se tem 28 anos.
Um dia em casa namorando vale mais que 1000 festas da “vodka blush”.
Fumar é uma coisa tão inútil.
Porra, fumar é uma coisa tão útil.
20% de umidade relativa do ar é o paraíso comparado a 30 dias consecutivos de chuva, alagamentos e engarrafamentos.
Faz falta o feijão da minha Mãe.  

Nenhum comentário: